Transfer aeroporto
Hotéis em promoção
  1. Fecha de llegada
  2. Fecha de salida
Hoteles con Encanto
Voos baratos

O Fado

O fado é a expressão musical da alma de Lisboa. A palavra fado vem do latim “fatum”, que significa “destino”. 

Museu do Fado
Museu do Fado

A frustração e o fatalismo que surgem nos subúrbios humildes, nos ambientes de tabernas e portos da cidade se refletem em uma música melancólica e nostálgica.

O fado nasce na primeira metade do século XVIII como força do subúrbio que vai conquistando o centro da cidade. Parece que estamos descrevendo o tango, mas é que as comparações são inevitáveis. A mesma paixão e virilidade, mas que no fado é matizada pela ausência da força expressiva da dança do tango, e que no fado é introvertida, íntima – em sua essência, saudade.

O fado canta a tristeza do que se foi, o império perdido, a pátria que não pôde ser, o homem que perdeu sua glória. Isso não é mais que a história de Lisboa, sua alma cicatrizada, tão bem cantada pelos grandes poetas Camões e Pessoa.

O fado atualmente

Depois de anos sendo associado à ditadura e transformado em publicidade turística, hoje em dia o fado, que ganhou os salões das classes sociais mais elevadas, está renascendo com suas letras escritas pelos melhores poetas. 



Um dos grandes nomes do fado é Amália Rodrigues (1920-1999), considerada a melhor intérprete que Portugal já teve.

Você pode escutar fados nas “casas de fado” e encontrará sua versão mais pura nos bairros lisboetas da Alfama, Mouraria e Bairro Alto.